Mais Inglaterra

Eco lindo

Quem tiver a sorte de ir a Londres até o fim de outubro de 2011, vai ver Van Gogh vivo e crescendo na pilhada Trafalgar Square.
A pintura/escultura/jardim/instalação/e outros/ é um projeto conjunto da National Gallery com o programa Ecoimagination da GE, criado com 8.000 plantas de 25 diferentes variedades.
Aproximadamente 500 horas de trabalho foram gastas só para escolher as texturas e cores mais parecidas com a pintura original.

Segundo a GE, o painel de 22 metros, consome 120 a 200 litros de água por dia e vai diminuir o carbon footprint da National Gallery em 40%.

Quem quiser participar do projeto deve mandar foto para #GElivingwall no Twitter.
Todas as fotos recebidas farão parte de um mosaico da pintura na página do Ecomagination no Facebook.

.

.

.

.

A Insustentável Leveza do Ser

Uma das vantagens de se alugar um carro para viajar, além da economia, é o fato de você nunca saber o que vai encontrar, por mais que planeje sua rota. A gente raramente pega a auto-estrada, trocando os caminhos tediosos cheios de caminhões pelas surpresas do campo.  E foi assim que  chegamos nesse lugar.

Não havia lá vivalma. ou melhor, havia a alma das ovelhas, das macieiras carregadas de frutas viçosas, balançando graciosamente ao vento, felizes por adoçar as bocas dos visitantes. Havia a alma das eras que subiam nas pedras, protegendo as lápides de um antigo cemitério, as últimas guardiãs de túmulos que ninguém mais visitava. E havia a paz.

Ficamos sentados algum tempo, lendo as inscrições nas lápides e imaginando as pessoas que foram enterradas ali.
Vista daqui, a morte parecia desimportante. Um sono profundo entremeado por lembranças que o vento levou enquanto pode.

Carpe Diem.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

Verão em Oxford

A onda de calor no Reino Unido é a maior em 100 anos! A temperatura média normal nessa época do ano é 12 graus e está fazendo 30. Voltaram os shorts e mini saias pras calçadas, deixando de fora os joelhos ingleses, sempre tão rosas. Eles estão eufóricos, os bares de mesinha na calçada estão cheios e o por do sol em pink deixa tudo ainda mais bonito.

Depois de 2 dias sem internet, me plugo com “animus ficandi”. Estamos em Oxford e tenho um monte de fotos da universidade para postar. Na verdade a universidade está espalhada pela cidade, em vários prédios de várias épocas diferentes.

O ano da fundação da universidade é 998 (pulll…), mas não há evidências de ensino no local até 1096.

Quando Henrique II da Inglaterra proibiu alunos ingleses de estudarem na universidade de Paris, em 1167, Oxford começou a crescer rapidamente. A fundação dos primeiros halls de residência, que, mais tarde, tornaram-se faculdades, datam desse período (reparem nas disciplinas escritas nas portas).

Seguido do assassinato de dois estudantes acusados de estupro em 1209, alguns acadêmicos se dispersaram da universidade (o que levou à fundação da universidade de Cambridge). Em 20 de junho de 1214, a universidade voltou a Oxford com uma carta de aceitação negociada por Nicolás de Romanis, delegado papal.

Hoje Oxford tem 17.000 alunos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: